Vídeos da terra

Loading...

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Desfile de Anjos

Dulcinia, Humbelina, Aldina, Ulisses, Idalisa

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Primos


Na foto: Carla, Rider, Magali, Nuno, Octávio, João Luís
Foto enviada por: Dulce Baía

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Gandareza


Foto enviada por: Dulce Baía

domingo, 27 de dezembro de 2009

História Trágica com Final Feliz

Esta curta de Regina Pessoa é uma história de uma menina que não é igual às outras pessoas, é "diferente". A autora viveu em Vila Nova até aos 17 anos e é a responsável pelo filme português mais premiado de sempre.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Casamento


1975
Na foto: Primeira fila: Benilde e Icílio Baía
Segunda fila: Luís Estrela, Sérgio da Silva, Octávio da Silva
Terceira fila: Dulce Baía, Rider da Silva, Joaquim da Silva, Arcénio da Silva, Cilene Baía, Eliseu Estrela, Maria de Castro, Ti Henrique, Luís Baía

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

A roda da vida


Foto enviada por: Dulce Baía
Primeira Fila: Natália Gonçalves, Manuela Pilão, Bertina Gonçalves, Josefina Alho, Belmiro, Bilina,
Segunda Fila: Isídro Pilão, Seléne Baía, Aida Gonçalves, Ausinda Coelho, Mário, ?, Ti Ilda, Dulce Baía

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Feliz Natal Vila Nova

Levar a água ao seu moinho


Na foto: Cidália Baía
Foto enviada por: Dulce Baía

Viana do Castelo


Na foto: Ti Cardosa, Ti Lino, Luís Baía, Donsilia Baía, Alcides Baía...
Foto enviada por: Dulce Baía

domingo, 20 de dezembro de 2009

Paulista de gema


Na foto:Maria da Anunciação Baia Louro
Foto enviada por: Dulce Baía

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

domingo, 13 de dezembro de 2009

sábado, 12 de dezembro de 2009

Pedra de Ançã

António Bracons

A pedra de Ançã é uma pedra branca, sem veios, muito macia, o que a tornou preferida pelos escultores, desde o século XIV. As obras realizadas espalham-se por todo o Portugal, grande parte de Espanha e chegaram a toda a Europa. A sua promoção levou já à criação do Museu da Pedra e aos bianuais simposiuns sobre a Pedra de Ançã. Mas ainda há muito caminho a percorrer.

Avila de Ançã situa-se a escassos quilómetros de Coimbra, fazendo parte do município de Cantanhede. Já os romanos aqui estiveram, mas atribui-se a sua fundação a monges beneditinos vindos no século VII de Itália. D. Fernando concedeu-lhe o primeiro foral em 12 de Dezembro de 1371, D. Manuel I aumenta-lhe as regalias, em foral de 23 de Junho de 1514. Foram donatários da vila os marqueses de Cascais e foi sede de concelho na época constitucional, tendo sido extinto em 1853.

Mas o que torna Ançã mais conhecida é a pedra que tomou o nome da povoação, divulgada através da estatuária por todo o país, pela Espanha e por grande parte da Europa e do Mundo. É um calcário oolítico, com 174 milhões de anos; uma pedra branca, sem veios, muito macia, facilmente trabalhável e que adquire uma patine lisa, simples, como se tivesse um leite hidratante, nas palavras do escultor José Plácido. Para além de Ançã, é extraída nas freguesias de Portunhos, Outil e Vila Nova, tomando o nome genérico de Pedra de Ançã; nem toda, no entanto, é utilizável em escultura.

Actualmente, das 40 pedreiras existentes, 20 encontram-se em exploração, tendo esta pedra uma utilização múltipla: desde brita para construção a pedra de cantaria, lintéis, lancis, de tanques para vinho (a menos porosa) até pedra para cal, de pó para correctivo agrícola a pedra para estatuária.

Esta pedra tornou Coimbra no principal produtor de escultura, desde portais e capitéis, até imagens, entre meados do século XIII e finais do século XVI, altura em que a madeira começou a ganhar o espaço da pedra.

Grandes escultores radicaram-se em Coimbra, tendo produzido obras notáveis: Mestre Pero, vindo provavelmente de Aragão, fez o túmulo da Rainha Santa Isabel, para além de várias Nossas Senhoras do Ó (Santiago de Compostela, La Coruña, etc); Gil Eanes, depois do flamejante portal da Batalha, regressa à cidade, como vários outros canteiros; João Afonso faz o túmulo de Afonso Góis, na matriz daquela localidade; Diogo Pires, o Moço e Diogo Pires, o Velho fizeram estatuária diversa; Nicolau Chanterenne, fez o portal e os túmulos dos reis D. Afonso Henriques e D. Sancho I para a Igreja de Santa Cruz; João de Ruão talhou a Porta Especiosa e o altar da capela do Santíssimo Sacramento da Sé Velha e o magnífico púlpito de Santa Cruz, para citar só alguns exemplos de alguns escultores, monumentos e obras.

www.mensageirosantoantonio.com

Via Sacra


1988

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

domingo, 6 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Notícias de além mar

Gina Baía radicada no Brasil, na cidade de São Paulo, mas vilanovense de gema, celebrou esta semana os seus 90 anos. Para ela e para os seus os meus sinceros parabéns.





quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Vilanovenses em Angola



Na foto: Olímpio Baía

domingo, 29 de novembro de 2009

Genealogia




Aqui fica o registo de nascimento do meu bisavô.
O meu avô, Luís Mendes Baía, era filho de Manuel Dos Santos Bahia, Carpinteiro, nascido a 8 de Dezembro 1879 em Vila nova de Outil e Josepha Seiço, costureira. Neto paterno de Manuel Mendes dos Santos e Maria do Espirito Santo. Neto materno de Sebastião de Seiço e Luiza de Ceiça.
Quer ter a sua árvore genealógica? Contacte-me.

sábado, 28 de novembro de 2009

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Outil, 12 de Abril 1758





A 12 de Abril 1758, o prior de Outil respondia a um interrogatório enviado para todas freguesias do reino. No documento, Onófre Marques da Silva descreve com pormenor o território composto por Outil e Vila Nova.
Na altura Vila Nova teria sessenta vizinhos;
O prior tinha uma renda de 200 mil réis;
É descrita abundância de milho, trigo, frutos azeite e vinho medíocre;
Existia uma parede alta a que chamavam castelo ou torre;
Em Vila Nova falava-se que outrora existiu um convento de religiosas da ordem de São Bernardo, do qual já não altura não existiam vestígios;
O grande terramoto de Lisboa de 1755 não afectou o casario da freguesia.
Se conseguirem interpretar e retirar mais informação do documento, por favor, façam-me chegar essa informação. Obrigado


terça-feira, 24 de novembro de 2009

Intensidade dramática


Na foto: Luís Baía

Maria mãe de Jesus


1992
Na foto: Cristiane Louro

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

domingo, 22 de novembro de 2009

sábado, 21 de novembro de 2009

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Ontem e hoje

Elias

Jantarada


Na foto: Amilcar, Elias, Alcides Baía, João Nobre, Icílio Baía